quarta-feira, 11 de abril de 2012

Lições de um sacolão de frutas e verduras: simplicidade e eficiência

Ensino, nas aulas de custos, a importância da formação dos preços. Insisto no tema, falo das estratégias e do conhecimento dos dados. Quando se visita um sacolão, a vontade é jogar o material da aula no lixo. É uma aula às avessas, um aprender desaprendendo.
Acabei de voltar de um sacolão perto de minha casa. A simplicidade é impressionante. Não há sacos plásticos transparentes para se por os produtos. Você põe direto na sacola que irá levar pra casa. As sacolas, as mais baratas do mercado, feias porém resistentes, ficam na calçada, na rua, ainda na caixa de papelão em que vieram. Não há dispenser para as sacolas. Como o cliente ensacola os produtos conjuntamente, o empresário economiza o material plástico. Também evita o trabalho de espalhá-las pela loja — deixe que o cliente as busque.
Os produtos não são escolhidos nem selecionados. É tudo arremessado, caoticamente, em balcões brutos. É o cliente que faz a tarefa de escolher e não o empresário. Mais um trabalho evitado. Cobra-se junto à entrada, com uma calculadora de botões grandes, uma balança resistente e uma gaveta pra armazenar o dinheiro vivo.
Por óbvio, os clientes que frequentam o sacolão buscam preço e não qualidade anunciada. Ora, a qualidade das frutas e verduras muitas vezes depende da sabedoria do próprio cliente. O critério de qualidade, portanto, é subjetivo.
Ao praticar um único preço, ninguém precisa pensar nos números, nem o cliente nem o empresário. Claro que em alguns produtos a margem do dono do negócio será bem pequena (por exemplo, pepino japonês e pimentão vermelho), mas não há nenhuma razão, a priori, para o empresário preservar as mesmas margens para os produtos. O que interessa é a rentabilidade final do negócio.
Creio que o empresário analisado não vende produtos com margens negativas, mas até isso poderia fazê-lo, desde que garantisse maior rentabilidade final, advinda de pessoas atraídas por ofertas atípicas e aparentemente irracionais.
Praticando um único preço, a venda é muito mais rápida. A pesagem é feita para todos os produtos conjuntamente, reduzindo o tempo de cobrança. E o cliente agradece, pois tem mais tempo para selecionar corretamente os seus produtos, ao seu gosto.
Por vezes a sofisticação na administração de um negócio dá muito trabalho e é muito custosa. O sacolão é uma aula de eficiência, de como reduzir a administração a níveis mínimos e manter a lucratividade máxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário